Em cumprimento do disposto no REGULAMENTO (UE) 2019/2088 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 27 de novembro de 2019 sobre a Divulgação de Informações Relacionadas com a Sustentabilidade no Setor dos Serviços Financeiros, disponibilizamos a seguinte Informação Relacionada com a Integração da Sustentabilidade na unidade de gestão de ativos do Grupo BBVA.

BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C.

Informação sobre a política de integração dos riscos de sustentabilidade no processo de tomada de decisões de investimento – 10/03/2021

A BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C. (em adiante, a Gestora ou BBVA AM), em concordância com a visão e a estratégia do Grupo BBVA, está comprometida com os princípios de investimento responsável, e integra, no seu processo de investimento, os fatores ESG (Ambientais, Sociais e de Boa Governação). No seu compromisso desde há mais de 20 anos com a sustentabilidade, a Gestora tem vindo a dar passos para integrar os aspetos extra-financeiros nas decisões de investimento, na prossecução das mesmas e nos processos de controlo e riscos.

Através de diversos estudos próprios e de terceiros, temos vindo a verificar que a inclusão de informação sobre variáveis ​​relacionadas com o meio ambiente, sociais ou de governo corporativo melhoram as carteiras em termos de rentabilidade / risco, uma vez que nos permite tomar decisões de investimento mais informados e controlar os riscos de uma forma mais completa.

A política de sustentabilidade da Gestora define a sua abordagem de investimento sustentável e delimita os critérios considerados no processo de investimento e de controlo de riscos da entidade. Esta ambiciosa política estabelece os critérios de cumprimento obrigatório para todos os investimentos geridos pela entidade e inclui os procedimentos da Gestora que se referem às atividades de Investimento e de Gestão de Riscos.

A Gestora realiza uma avaliação ESG dos diferentes ativos onde investe tanto diretamente em títulos de emitentes privados (ações e obrigações) e governamentais, como indiretamente através de fundos de outras entidades gestoras e ETF’s. Em todos os casos, são avaliadas as caraterísticas extra-financeiras para determinar a sua qualidade sustentável. Estas análises incorporam critérios próprios da Gestora e informações dos principais fornecedores especializados nestas matérias.

O seu impacto nas carteiras inclui tanto a exclusão dos setores e empresas com os piores indicadores ESG, como o desenvolvimento de atividades de envolvimento com as empresas investidas através do exercício do voto nas assembleias gerais de acionistas, como na interação direta com as empresas, etc., com o objetivo de melhorar o seu perfil de sustentabilidade onde seja necessário. Desta forma, a BBVA AM procura tanto a melhoria da qualidade dos investimentos de seus clientes, como a aplicação das melhores práticas ESG na sociedade.

A aplicação da política de sustentabilidade em princípio afeta todos os ativos e carteiras geridas. Independentemente da existência de um catálogo de fundos especificamente sustentáveis que tenham objetivos e estratégias sustentáveis ​​específicas, a BBVA AM acredita também no benefício de incluir estas variáveis ​​em todos os seus investimentos, pelo que em todas as carteiras serão estabelecidos critérios de integração, exclusão, voto e compromisso.

Existem exceções para as carteiras nas quais a aplicação da política de sustentabilidade seja incompatível com a consecução ou o desenvolvimento do seu objetivo de investimento, entre as quais se encontram: as carteiras que replicam um índice; as carteiras de veículos com objetivo específico de rentabilidade lançadas antes da aprovação da política de sustentabilidade; as carteiras constituídas por instrumentos ilíquidos adquiridos anteriormente à aprovação da política de sustentabilidade; carteiras que respondam a mandatos específicos de clientes institucionais que não sejam compatíveis com a política de sustentabilidade; ou carteiras que tenham uma política de investimento limitada a determinados ativos ou emitentes concretos e que, por esse motivo, não permitam a execução da política de sustentabilidade. A Gestora participa em inúmeros fóruns nos quais promove as melhores práticas em sustentabilidade aos diferentes membros do mercado, supervisores e partes interessadas.

Informação sobre a coerência da integração dos riscos de sustentabilidade na política de remuneração – 10/03/2021

O BBVA conta com uma política de remuneração de caráter geral aplicável a todos os seus colaboradores, assim como aos colaboradores das empresas que fazem parte do Grupo BBVA – incluindo a BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C. (“BBVA AM”) – que inclui a política de remuneração aplicável às categorias de colaboradores com incidência significativa no perfil de risco.

Na sua definição foi tida em consideração, para além do necessário cumprimento dos requisitos legais aplicáveis ​​às instituições de crédito e aos diferentes setores nos quais o BBVA desenvolve a sua atividade, o alinhamento com as melhores práticas de mercado, tendo sido incluídos elementos que visam reduzir a exposição a riscos excessivos e ajustar a remuneração aos objetivos, aos valores e interesses de longo prazo do Grupo.

Em complemento à anterior, a BBVA AM conta com uma política de remunerações própria de acordo com os regulamentos e critérios de supervisão que lhe são diretamente aplicáveis.

Em fevereiro de 2021, o Conselho de Administração da BBVA AM, sob proposta do seu Comité de Remunerações, aprovou a alteração da sua política de remuneração. Esta política tem como um dos seus elementos fundamentais o seu alinhamento entre a estratégia e riscos da BBVA AM, os Organismos de Investimento Coletivo, as carteiras sob gestão e a criação de valor a longo prazo. Com este objetivo, estabelece um adequado equilíbrio entre as componentes fixas e variáveis da remuneração, elementos que garantem a gestão prudente do risco, a criação de valor, a sustentabilidade e resistência do modelo de negócio, bem como o crescimento responsável e rentabilidade do mesmo.

No estabelecimento desta política, o Conselho de Administração e o Comité de Remunerações consideraram, entre outros, a crescente importância que tem para o grupo, a sociedade gestora e a sociedade no seu conjunto, os riscos associados à sustentabilidade e às alterações climáticas. Para tal, e de forma consistente com o Plano Estratégico do BBVA e da BBVA AM, que estabelecem a sustentabilidade como uma das suas prioridades estratégicas, o Conselho de Administração está a promover a integração da sustentabilidade e o combate às alterações climáticas no dia-a-dia dos negócios e atividades, estabelecendo objetivos que facilitem a sua execução, supervisão e o acompanhamento da sua evolução.

Assim, no âmbito da remuneração, foi incorporado para 2021, para todo o Grupo BBVA, um novo indicador relacionado com a Sustentabilidade (Mobilização de financiamento sustentável), diretamente vinculado à atividade desenvolvida pelo Grupo para dar cumprimento aos compromissos assumidos com o mercado em matéria de alterações climáticas, com um enfoque específico que reforça este compromisso.

Em complemento ao anterior, a remuneração variável do pessoal da BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C. e os membros do coletivo identificados (que correspondem às categorias de colaboradores que possam exercer uma influência significativa no perfil de risco da entidade gestora e dos veículos ou carteiras que gere) terá em consideração a integração pela entidade gestora (e pelo colaborador ou membro do coletivo identificado) de riscos de sustentabilidade, o que se refletirá na determinação de objetivos e na avaliação de desempenho individual que seja fixado anualmente.

Declaração sobre os Principais Impactos Adversos (PIA’s) – 10/03/2021

A BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C. (BBVA AM), está comprometida com os princípios do investimento responsável, integrando, no processo de investimento dos veículos e carteiras que gere, os fatores ESG (Ambientais, Sociais e de Boa Governação). Como consequência, entre outros aspetos, tem em consideração tanto o impacto dos riscos de sustentabilidade nos investimentos que realiza, como os principais efeitos adversos que tais investimentos possam ter nos fatores ESG.

Na gestão dos diferentes veículos e carteiras, a BBVA AM tem em consideração normas, princípios e tratados de amplo consenso internacional sobre o desenvolvimento sustentável e responsabilidade corporativa, entre os quais se encontram:

  • O Pacto Mundial e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas
  • O Acordo de Paris sobre o Clima
  • Os acordos da União Europeia sobre estas matérias
  • O código de governação da CNMV

Também, está previsto aderir brevemente aos PRI (Princípios de Investimento Responsável) das Nações Unidas.

A integração dos riscos e dos fatores de sustentabilidade ou ESG ocorrem, não só no processo de seleção dos investimentos, mas também ao longo da vida destes, uma vez que fazem parte dos critérios para o seu seguimento e controlo. Este seguimento é formalizado através do desenvolvimento de atividades de envolvimento com as empresas e entidades em que investe (mantendo um diálogo com as mesmas para que integrem nos seus planos estratégicos uma abordagem sustentável, o exercício dos direitos políticos através do voto nas assembleias gerais de acionistas, etc.).

Neste sentido, a BBVA AM possui uma política sobre a integração dos riscos de sustentabilidade no processo de investimento e uma política de envolvimento, sobre as quais poderá consultar mais informações neste site. Pode consultar mais informações sobre a integração dos riscos de sustentabilidade em Informação sobre a política de integração dos riscos de sustentabilidade no processo de tomada de decisões de investimento e sobre a política de envolvimento, aqui.

Relativamente ao controlo e análise das principais incidências adversas que as suas decisões de investimento têm sobre os fatores de sustentabilidade, a BBVA AM realiza um processo de identificação dos principais impactos de acordo com a natureza dos ativos em que investe, definindo as variáveis ​​que considera mais relevantes para medir e monitorizar.

Na expetativa que o legislador europeu aprove as normas técnicas de desenvolvimento do artigo 4.º do Regulamento (UE) 2019/2088 que especificam este tipo de variáveis, os indicadores selecionados pela BBVA AM, cuja medição será efetuada pela entidade, são os seguintes:

  • Intensidade média de carbono (Scope 1 e 2) para investimentos em títulos emitidos por entidades privadas (tanto ações como títulos representativos de dívida) e em fundos de investimento.
  • Intensidade média de carbono (Scope 1, 2 e 3) para investimentos em títulos emitidos por entidades privadas (tanto ações como títulos representativos de dívida).
  • Tipo de separação entre as funções de CEO e Presidente, para os investimentos em títulos emitidos por entidades privadas (tanto ações como títulos representativos de dívida).
  • Diversidade de género, para investimentos em títulos emitidos por entidades privadas (tanto ações como títulos representativos de dívida).
  • Biodiversidade e práticas de preservação do ecossistema, para investimentos em títulos emitidos por entidades privadas (tanto ações como títulos representativos de dívida).

As variáveis ​​sobre as quais se querem tomar decisões de gestão e controlo e os objetivos específicos sobre as mesmas são estabelecidas pelo Grupo de Governo de Sustentabilidade da BBVA AM. Este grupo é composto pelos responsáveis ​​das áreas de Compliance, Produto Global, Investimentos e Riscos da BBVA AM. As decisões sobre estas variáveis ​​são ratificadas pelo órgão de administração da sociedade, o qual é periodicamente informado sobre o cumprimento dos objetivos fixados para cada período.

A metodologia de cálculo destes indicadores e a frequência e forma de informação ao órgão de administração da BBVA AM estão definidas na sua política de integração dos riscos de sustentabilidade no processo de investimento. O objetivo para o ano de 2021 é o seguimento do impacto dos investimentos realizados sobre estas variáveis, assim como a sua sensibilidade perante diferentes situações de mercado, em função da sua evolução ou se produzam alterações na composição da carteira agregada de investimentos que gere a BBVA AM em nome dos seus clientes, nos diferentes veículos e serviços de investimento que oferece. Tanto as variáveis ​​como os objetivos serão adaptados, se necessário, aos requisitos que sejam estabelecidos no desenvolvimento técnico do Regulamento (UE) 2019/2088.

Política de envolvimento – 10/03/2021

BBVA Fundos – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A.

Informação sobre a política de integração dos riscos de sustentabilidade no processo de tomada de decisões de investimento – 10/03/2021

A BBVA Fundos – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A., (BBVA Fundos), é uma entidade que pertence à BBVA Asset Management (BBVA AM), a unidade de gestão de ativos do Grupo BBVA.   

O Grupo BBVA está comprometido com o futuro e o desenvolvimento sustentável em todos os seus âmbitos de atuação. No que diz respeito à gestão de ativos, a BBVA AM tem conseguido verificar, através de diversos estudos próprios e de terceiros, que a inclusão de informação sobre variáveis ​​relacionadas com o ambiente, social ou governo corporativo gera melhores carteiras em termos de rentabilidade / risco e permite tomar decisões de investimento mais informadas e controlar os riscos de uma forma mais completa. A BBVA Fundos delegou a gestão dos ativos financeiros dos fundos de pensões que gere na BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C., outra entidade pertencente à unidade de gestão de ativos do Grupo BBVA. Dentro de uma filosofia de sustentabilidade comum na BBVA AM, e sempre sujeito à declaração de princípios da política de investimento correspondente, a integração dos riscos ESG (Ambientais, Sociais e de Boa Governação) nos processos de tomada de decisões de investimento das carteiras dos fundos de pensões geridos pela BBVA Fundos é levada a cabo pela BBVA Asset Management, SA, SGIIC. Mais informações sobre a integração da sustentabilidade por esta última entidade podem ser consultadas nesta mesma página Informação Relacionada com a Sustentabilidade em BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C.

Informação sobre a coerência da integração dos riscos de sustentabilidade na política de remuneração – 10/03/2021

O BBVA conta com uma política de remuneração de caráter geral aplicável a todos os seus colaboradores, assim como aos colaboradores das empresas que fazem parte do Grupo BBVA – incluindo a BBVA Fundos – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A., (“BBVA Fundos”) – que inclui a política de remuneração aplicável às categorias de colaboradores com incidência significativa no perfil de risco.

Na sua definição foi tida em consideração, para além do necessário cumprimento dos requisitos legais aplicáveis às instituições de crédito e aos diferentes setores nos quais o BBVA desenvolve a sua atividade, o alinhamento com as melhores práticas de mercado, tendo sido incluídos elementos que visam reduzir a exposição a riscos excessivos e ajustar a remuneração aos objetivos, aos valores e interesses de longo prazo do Grupo.

Em complemento à anterior, a BBVA Fundos conta com uma política de remunerações própria de acordo com os regulamentos e critérios de supervisão que lhe são diretamente aplicáveis.

Em março de 2021, o Conselho de Administração da BBVA Fundos, aprovou a alteração da sua política de remuneração. Esta política tem como um dos seus elementos fundamentais o alinhamento entre a estratégia e riscos da BBVA Fundos, os Fundos de Pensões sob gestão e a criação de valor a longo prazo. Com este objetivo, estabelece um adequado equilíbrio entre as componentes fixas e variáveis da remuneração, elementos que garantem a gestão prudente do risco, a criação de valor, a sustentabilidade e resistência do modelo de negócio, bem como o crescimento responsável e rentabilidade do mesmo.

No estabelecimento desta política, o Conselho de Administração considerou, entre outros, a crescente importância que tem para o grupo, a entidade gestora e a sociedade no seu conjunto, os riscos associados à sustentabilidade e às alterações climáticas. Para tal, e de forma consistente com o Plano Estratégico do BBVA e da BBVA Fundos, que estabelecem a sustentabilidade como uma das suas prioridades estratégicas, o Conselho de Administração está a promover a integração da sustentabilidade e do combate às alterações climáticas no dia-a-dia dos negócios e atividades, estabelecendo objetivos que facilitem a sua execução, supervisão e o acompanhamento da sua evolução.

Assim, no âmbito da retribuição, foi incorporado para 2021, para todo o Grupo BBVA, um novo indicador relacionado com a Sustentabilidade (Mobilização de financiamento sustentável), diretamente vinculado à atividade desenvolvida pelo Grupo para dar cumprimento aos compromissos assumidos com o mercado em matéria de alterações climáticas, com um peso específico que reforça este compromisso. Em complemento ao anterior, a remuneração variável do pessoal da BBVA Fundos e os membros do grupo identificados (que correspondem às categorias de colaboradores que possam exercer uma influência significativa no perfil de risco da gestora e dos fundos que gere) terá em consideração a integração pela gestora (e pelo colaborador ou membro do grupo identificado) de riscos de sustentabilidade, o que se refletirá na determinação de objetivos e na avaliação de desempenho individual que seja fixado anualmente.

Declaração sobre os Principais Impactos Adversos (PIA’s) – 10/03/2021

A BBVA Fundos – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A., (BBVA Fundos), é uma entidade que pertence à BBVA Asset Management (BBVA AM), a unidade de gestão de ativos do Grupo BBVA.  

O Grupo BBVA está comprometido com o futuro e o desenvolvimento sustentável em todos os seus âmbitos de atuação. Neste sentido, a BBVA AM tem em consideração não só o impacto dos riscos de sustentabilidade nos investimentos que realiza, mas também as principais incidências adversas que tais investimentos possam causar nos fatores ESG (Ambientais, Sociais e Governação). A BBVA Fundos delegou a gestão dos ativos financeiros dos fundos de pensões que gere na BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C., outra entidade pertencente à unidade de gestão de ativos do Grupo BBVA. Dentro de uma filosofia de sustentabilidade comum à BBVA AM, o controlo e análise das principais incidências adversas que as decisões de investimento das carteiras dos fundos de pensões geridos pela BBVA Fundos podem ter nos fatores ESG é realizada pela BBVA Asset Management, S.A., S.G.I.I.C. Mais informações sobre a política de diligência desta última entidade em relação às principais incidências adversas dos investimentos dos veículos que gere podem ser consultadas nesta página em Informação sobre a política de integração dos riscos de sustentabilidade no processo de tomada de decisões de investimento.

Política de envolvimento – 10/03/2021

Produtos relacionados com a sustentabilidade

Fundos de Pensões

BBVA SUSTENTÁVEL
MODERADO ISR

Este fundo de pensões aberto investe nos mercados acionistas e obrigacionistas globais. Para a gestão deste Fundo são utilizados critérios de valoração de Investimento Socialmente Responsável.